domingo, 2 de julho de 2017

Participação da equipa (Golegã)

Representação a cargo de:
40km - José Silva

Realizou-se no passado dia 2 de julho a Maratona BTT da Golegã, inserida no Troféu Open Meia Maratona Santarém/Pódio BikeShop.


Prova realizada debaixo de temperaturas elevadas, com 64 participantes inscritos na meia maratona, e 44 inscritos para a maratona.  A minha inscrição foi para a distância de 38 kms.

Evento com duas distâncias a percorrer, meia maratona 38 Km e 73 Km Maratona (duas voltas ao percurso). Local de partida e chegada na zona das piscinas municipais da Golegã, onde estava localizado o secretariado e os banhos.



O percurso da meia-maratona, com cerca de 38km, apresentou-se bastante rolante no início (campo da Golegã), com uma altimetria de cerca de 617m, algo exigente tecnicamente a nível do percurso, pois percorremos os trilhos pertencentes a uma prova internacional realizada anteriormente, e fisicamente no que respeita a subidas. 




Percurso marcado com fitas, setas, cal e pedras pintadas no pavimento, placas bem visíveis nas zonas de perigo, elementos da organização colocados nos locais de travessia de asfalto, abastecimentos bem colocados.


Segundo a atleta Margarida Gomes, participante na Maratona, "foi uma prova durissíma na questão do calor que se fazia sentir e também do percurso, que tinha pelo menos 11 topos (por volta)... as descidas também não eram nada fáceis, com toda a areia e seixo que as faziam bastante perigosas, umas feitas na bike outras nem por isso".



Em relação aos banhos, tinham boas condições. Em relação à minha prestação, classifiquei-me em 1º do escalão Veteranos C. 

Em relação ao almoço, não tenho qualquer comentário, porque não fiquei para almoçar mas, na opinião da participante Margarida Gomes, "valeu o excelente almoço, como nunca tinha tido numa prova de btt".

01.º - 01:38:31 - Hugo Moreira (Clube Desportivo em Movimento)
02.º - 01:38:32 - João Santos (Róódinhas/Santos Silva)
03.º - 01:43:23 - Rui Nunes (Viana Cycles/Scott Portugal)
24.º - 01:56:34 - José Silva (Clube de BTT Zona 55) - 1.º Vet. C
64.º - 03:15:55 - Último

ÁLBUNS FOTOGRÁFICOS


Créditos à reportagem
Texto: José Silva
Fotos: David Sebastião, Urbina Varela

sábado, 1 de julho de 2017

Participação da equipa (Ourém)

Representação a cargo de:
60 km - David Gonçalves
45km - José Silva

 Estiveram presentes cerca de 250 participantes nesta que foi a 13.ª Edição Maratona de BTT de Ourém, mais uma vez a contar para o Troféu BTT Ribatejo Norte edição 2017, sendo a 3.ª prova de 6 a atribuir pontos para o mesmo. Uma Organização excelente, como tem vindo a ser, onde a nível logístico nada ficou por fazer.


 O José Silva e David Gonçalves fomos os únicos elementos do Clube de BTT Zona 55 presentes. Poucos, mas bons! O José Silva tem estado em altas este ano e batalhou para o pódio, enquanto eu fiz o que pude.


Logo a partir dos primeiros quilómetros deu para perceber que a manhã ia ser dura, conforme já é normal para quem é conhecedor da Serra de Aire e desta zona em particular. Muito areão ao início, o que se veio a repetir também na parte final.


A muita pedra e o bastante calor ajudaram a que a prova fosse ainda mais dura do que já é em condições normais. O percurso foi muito semelhante ao de 2016. As zonas de abastecimento estiveram bem localizadas e, graças a Deus, haviam muitos abastecimentos de água e este ano não hesitei em abastecer-me bem para não voltar a desidratar à semelhança do ano passado.


 As marcações e o staff estiveram a muito bom nível ao longo de todo o percurso, quase sem hipóteses para enganos. A máquina ainda precisa de ser melhor lubrificada e, mais uma vez, não tive qualquer hipótese de subir ao pódio, pois a concorrência continua cada vez mais forte e eu cada vez com menos pernas para os acompanhar.




Muitos parabéns ao José Silva, que mais uma vez provou que este ano ninguém o agarra, pois está imparável nas Meias Maratonas e muito bem lançado no Troféu BTT Ribatejo Norte 2017.

Confiram as classificações atuais do Troféu BTT Ribatejo Norte aqui.


001.º - 01:22:42 - Sérgio Gaspar (Bike Box/Happy Life)
002.º - 01:22:44 - Nélson Manique (H. C. Turquel/Carnes Valinho/Valsabor)
003.º - 01:24:03 - Fábio Silva (Roda Livre Cartaxo Team/FindMore Consulting)
022.º - 01:36:02 - José Silva (Clube de BTT Zona 55) - 1.º Vet. C
159.º - 03:41:30 - Último


Classificação Maratona
001.º - 02:28:16 - Diogo Brás (Marrazes/Gui/Brejinho/Bikezone Leiria)
002.º - 02:33:06 - Paulo Santos (Róódinhas/ Santos Silva)
003.º - 02:33:12 - Diogo Almeida (Marrazes/Gui/Brejinho/Bikezone Leiria)
081.º - 04:17:09 - David Gonçalves (Clube de BTT Zona 55) - 13.º Vet C
088.º - 05:59:30 - Último


ÁLBUNS FOTOGRÁFICOS
Urbina Varela - Álbum 2


Créditos à reportagem
Texto: David Gonçalves
Fotos: Urbina Varela

sábado, 24 de junho de 2017

Participação da equipa (Abrantes)

Representação a cargo de:
João Valério, José Silva

É já quase uma tradição a presença do nosso Clube neste evento de resistência btt (noturno) realizado em Abrantes. Desta vez estivemos presentes 2 dos mais participativos elementos da equipa nesta Organização, eu e o José Silva.

Estiveram presentes cerca de 110 betêtistas para cumprir o máximo de voltas possível ao percurso com sensivelmente 5km, desenhado no interior da cidade de Abrantes, com passagens interessantes pelo Centro Histórico, Fortaleza de Abrantes, Outeiro de São Pedro, etc... cujos pavimentos foram diversos, desde calçada, asfalto, terra batida ao cimentado.


A 1.ª volta foi mais curta e diferente das seguintes, com apenas 2km, para aquecimento das pernas e sacudir o pelotão. 





O José Silva, sempre com o espírito competitivo que o caracteriza, rodou sempre a bom ritmo com intenções de arrecadar um pódio no seu escalão, o dos Veteranos C (+50 anos).


 O percurso esteve muito interessante e nada aborrecido, com algumas zonas espetáculo que atraíram muito público para esses locais de passagem.



Em cada zona mais técnica havia sempre uma alternativa para os menos dotados, por forma a que todos realizassem o percurso sem se atrapalharem. 


Ao longo de toda a pista apresentada encontravam-se elementos do staff e Polícia a assegurar as entradas em pista de pessoas e veículos que pudessem colocar em risco a passagem dos participantes. 


Na zona da linha de meta estava montado o abastecimento geral dos participantes a cargo da Organização, mas também ali foi autorizado e localizavam-se as tendas de abastecimento de todas as equipas dotadas de apoios de todo o tipo. 




Nesta edição, o percurso escolhido foi, segundo a Organização, cerca de 60% diferente das edições anteriores e nós pudemos confirmar isso mesmo, a começar pelo sentido de movimento que pedalámos, ao contrário do já normal.




A mim coube-me mais uma vez a tarefa de captar imagens para o vídeo de rescaldo do evento, em estreita colaboração com a Organização. Infelizmente, com apenas 4 voltas dadas fui obrigado a desistir por esvaziamento completo da roda da frente, o que veio a proporcionar bastante tempo até ao final, às 23h00, para filmar mais calmamente e com planos mais interessantes além do onboard.


À medida que a noite ia avançando, os focos de luz das bicicletas e capacetes iam-se acendendo dando uma vivacidade mais interessante à prova. Talvez metade dos participantes fazem-no não tanto pela competitividade mas sim pelo divertimento que ali se vive e pela possibilidade de poder andar de bicicleta de forma segura por locais pouco conhecidos ou não habituais.


Com o passar das 3 horas de prova (20h00/23h00) o ritmo dos participantes foi abrandando gradualmente e o cair da noite trouxe uma brisa fresca que ajudou a refrescar do esforço despendido.


Mais uma vez o José Silva levou a melhor sobre os restantes participantes do seu escalão, dando seguimento a uma série de pódios que tem vindo a arrecadar ao longo do corrente ano de 2017.

Um brinde à Organização pelos manos Valério, Renato Valério (Presidente da A.C. BTT do Fôjo) e João Valério (Presidente do Clube de BTT Zona 55). Para o ano prometemos voltar mais uma vez.



CLASSIFICAÇÕES
001.º - 14 voltas - João Pereira (Branquinhos do Pedal)
002.º - 13 voltas - António Marques (Transfor/Fátima BTT)
003.º - 13 voltas - Pascal Inácio (Transfor/Fátima BTT)
014.º - 12 voltas - José Silva (Clube de BTT Zona 55) - 1.º Vet. C
101.º - 04 voltas - João Valério (Clube de BTT Zona 55)
106.º - 01 voltas- Último 


ÁLBUNS FOTOGRÁFICOS
Carlos Gaspar (Organização)
Urbina Varela


Créditos à reportagem
Texto: João Valério
Vídeo: Clube de BTT Zona 55
Fotos: ACBTT Fôjo, Urbina Varela

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...