domingo, 29 de junho de 2008

Participação da equipa (Pombal)


Presenças da nossa equipa e respectivas classificações: Ainda ñ disponíveis todas as classificações e tempos.


Maratona (65 kms): 494 inscritos
1.º - 03H59m - José Silva (Bike Zone Scott Amarante)
53.º - 04H53m - João Guerra (Zona 55 Bike Team)
197.º - 07H15m - João Valério (Zona 55 Bike Team)
234.º - 09H02m - Último
(muitas desistências devido à dureza do percurso)

Mini-Maratona (30kms)
39.º - Rui Almeida - 01H50m (*)
40.º - José Santos - 01H50m (*)
41.º - José Bispo (substituiu Carlos Matos) - 01H50m (*)
? - José Samarro
? - José Abrantes
? - João Abrantes
(*) - tempos cronometrados por R. Almeida

Passeio Familiar (15kms):
2.º - Ana Almeida (andamento livre - tempos não cronometrados)

Antes de... (alguns ainda não tinham chegado!!)
Depois de... (alguns já haviam ido embora!!):
A viagem de ida para o evento, na passagem pelas Serras D'Aire e Candeeiros.


Fotos do percurso de 30kms:
Aguardando a partida...



O José Santos a degustar uma bela mini, nos 65kms bem que iriam saber bem... os líquidos ficavam-se por água!







Ora aqui está uma das bikes mais cobiçadas do evento...

Será que com esta máquina teria conseguido chegar em 1.º? Pelo menos estava munida de cabaz lateral para transporte de líquidos (sumo de uva), em vez do normal suporte no quadro e um suporte no guiador para transporte de barras fortificantes (um presunto).

Fotos do percurso de 65kms:


A imagem de esforço aos 20 km já era bastante evidente, a necessidade de um reforço e de um breve descanso, passava a ser a prioridade!













Chegada do 1.º atleta da Zona 55 Bike Team que cumpriu os 65kms, João Guerra.
Rescaldo da 1.ª Maratona Cidade de Pombal - Extremamente Dura e Técnica. Não havia necessidade... O desejo da organização em conseguir a presença de muita gente saiu logrado: o baixo preço da inscrição pagou-se caro fisicamente, mais me pareceu que servimos de cobaia para testar percursos futuros. O almoço foi abaixo do aceitável, os inscritos tiveram de se contentar em comer de pé num local muito mal escolhido! A nível de assistência e apoio médico uma verdadeira lástima, quase não foram vistos, exactamente o inverso do 1.º Raid Minde. Segundo soubemos, um atleta acidentado teve de esperar cerca de 50 minutos por ajuda clínica. Os últimos 4kms pessimamente marcados (a pressa em terminar as marcações era muita). Para o próximo ano não nos devem ver lá concerteza, só noutros moldes... e a organização que não diga que avisou este ano no site, porque ninguém ía à espera deste SACRIFÍCIO.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...