domingo, 1 de maio de 2011

Participação da Equipa ( Vale do Açor - Miranda do Corvo)

 
Participação na Rota da Chanfana:
- Meia Maratona: Rui Almeida (Dorsal 253)
- Passeio Pedestre: Ana e Hugo Almeida


Apesar de no dia anterior o nosso clima ter sido agreste com muita chuva, nesta manhã estava bastante agradável, com uma maratona muito bem composta, com muitos atletas prontos para desfrutar dos trilhos e da paisagem.
A colocação da partida/chegada colocada numa grande descida/subida, ocupando a faixa de rodagem,  numa localidade onde foi dificil encontrar estacionamento, localidade essa muito simpática com pessoas muito acolhedoras.
Entrega de dorsais foi rápida com a oferta de uma placa alusiva ao evento, e a partida foi à hora marcada (09H30), iniciando-se o percurso por dentro da localidade, por um single track de piso betaminoso.


Colocação dos atletas na manga de partida para o controlo 0.
Foto dos elementos da Z55BK.

Início por uma grande descida e serpenteado percurso.


Logo após a entrada em terra batida, e depois de uma grande subida, uma descida com algum perigo, pois era composta por um Single Track.
Mais um Single Track.
Um dos túneis por onde o percurso passava.
Abastecimentos líquidos foram muitos, deste modelo.
Aqui, desfrutando deste início de mais um Single.

Chegada ao abastecimento sólido, junto a uma desnivelação do rio, formando uma pequena cascata.
Estacionamento para bikes, na zona de abastecimento sólido.
Abastecimento sólido, composto por fruta, sumo, cerveja, águas, entremeada e chouriços assados, sandes de queijo.

Depois de 20 minutos a repôr energias e a confraternizar com a rapaziada do pedal e com a minha família que participaram no passeio pedestre e também tinha chegado ao abastecimento, hora de voltar a rodar em direção ao almoço.
Mais um túnel, este pertencente à futura passagem do metro de Coimbra, por sinal muito interessante, mas que deveria estar iluminado, pois era muito extenso, sendo a visibilidade nula, pondo em perigo os atletas.

O passeio pedeste, com o Hugo e a Ana que não levaram as bikes, mas percorrendo os trilhos numa distância de 6 km.
Chegada ao abastecimento dos participantes do pedestre.

Local do almoço, com excelente ambiente.

A ementa foi muito boa

Sopa: Caldo Verde

Segundo: A tradicional Chanfana
Chanfana acompanhada com batata cozida.
Prato alternativo: Bifinhos de cogumelos acompanhados com arroz.
Sobremesa: Arroz Doce.
Foram sorteados vários prémios pelo n.º de dorsal e de uma Bike através da compra de uma rifa.
CLASSIFICAÇÕES
1.º CL - João Mano (Dorsal 189) -------- Pabol/Quer/Corpoculto -------- 1h 35m 18s
2.º CL - João Clara (Dorsal 109) ------ CRAC BTT Brasfemes ----------- 1h 37m 20
3.º CL - Luís Contente (Dorsal 281) ------- Rodriconceps / Spezzoto ----- 1h 42m 03s
146.º CL - Rui Almeida (Dorsal 253) ----- Zona 55 Bike Team -------- 3h 16m 53s
208.º CL -------------------- último --------------------------------------- 3h 56m 51s 

1.º CL - Paulo Serro (Dorsal 79) ------------- BTT Seia/Liberbike ------- 2h 32m 08s
2.º CL - Arménio Alves (Dorsal 107) ------ CRAC BTT Brasfemes ------- 2h 40m 18s
3.º CL - Nuno Morgado (Dorsal 207) --- Marinha grande BTT Team ----- 2h 40m 43s
37.º ----------------------Último ------------------------------------------ 4h 42m 39s

Desta maratona devo realçar apenas um ponto negativo, que foi a falta de tochas de iluminação no túnel, porque de resto o percurso estava muito bem marcada com fitas e placas (direccionando o percurso e reforçando a proibição pelo lado errado). Abastecimentos e organização 5*, almoço 5*, banhos um pouco fraco, mas pelo que me aprecebi, não é possivel arranjar melhor local.
Assim deixo aqui os parabéns a esta já expriente organização, que tem uma localização excelente para esta modalidade, muito duro e técnico e até para o ano.

Fotografia: Rui e Ana Almeida / Organização do Evento
Reportagem : Rui Almeida 

Participação da equipa (Carvalhal - Abramtes)


Mais uma representação da Zona55/OPraticante, desta vez a cargo de David Gonçalves e João Valério, ambos inscritos na distância de 45km.

CLASSIFICAÇÕES
(clicar para ver classificação geral)
01H28'58" - 1.º - Sérgio Campos (Jorbi Test Team)

(clicar para ver classificação geral)
02H12'31" - 1.º - Hélder Aparício (BTT Sardoal)
02H12'31" - 1.º - André Bica (Individual)
02H28'44" - 3.º - Aurélio Marcão (Individual)
02H32'40" - 4.º - David Gonçalves (Zona55/OPraticante)
02H55'49" - 9.º - João Valério (Zona55/OPraticante)
04H21'14" - 23.º - Último  


À nossa chegada ao local da concentração de atletas, no campo de futebol dos "Lobos do Carvalhal", fomos brindados com uma chuvada que já havia demovido algumas faltas de comparência. A Organização disponibilizou 2 distâncias: 25 km e 45 km. Ambas com percursos exigentes fisicamente.

O Valério, como já vem sendo hábito, voltou a montar a GoPro HD (no guiador) para recolha de "memória futura", uma vez que os vídeos estão em crescendo no nosso blogue, graças à qualidade conseguida. Estamos a tomar-lhe o jeito...

O David decidira não empregar ritmo competitivo, mas tal como outros da Zona... quando o começam a ultrapassar, se tiver "pernas e pulmão", pura e simplesmente transforma-se num bicho.

O Valério à conversa com o Hélder Aparício (BTT Sardoal), a trocarem opiniões sobre os componentes das suas bikes.

A partida foi dada com cerca de 25 minutos de atraso, mas até ajudou a levantar o tempo.

Demos a volta da praxe pela localidade que nos acolheu, em ritmo alucinante atrás de um velhinho Land Rover da Organização, em asfalto mas desde logo a puxar pelo pulmão e pelas pernas ainda frias.

O Bica (na foto), tomou desde logo a dianteira, seguido pelo H. Aparício, com quem viria a partilhar o 1.º lugar dos 45km com o mesmo tempo de registo.









Nas fotos acima: 1.º classificado 45km - Hélder Aparício (BTT Sardoal) e 1.º classificado 25km - Sérgio Campos (Jorbi Test Team).
O David, inicialmente com a corrente a "embrulhar-se" algumas vezes, imprimiu um ritmo moderado, aguardando até pelo Valério, que também estava a ter problemas em manter a corrente na cassete, a qual insistia em saltar para a roda.

Mesmo com alguns atrasos, o pessoal da Zona não se deixava abater.





Catarina Claro (Branquinhos do Pedal), 1.ª classificada 25km.
Talvez a zona mais bonita de todo o percurso, apelidada de Amazónia pelos Lobos do Carvalhal.
Apesar da intensidade de mudanças drásticas de altimetria, também tivemos direito a estradões.
O David já decidira empregar forças para tentar uma boa classificação.

O Valério ía controlando a bateria e o cartão de memória da GoPro HD, aproveitando para fazer retomar fôlego.


A frente da corrida (45km) estava ao rubro, com Aparício e Bica a trabalhar em conjunto.


O David garantia de pedra e cal o 4.º lugar da geral, a escassos minutos do seu antecessor, Aurélio Marcão (individual).

Final da corrida, com os atletas da Zona 55 separados por 6 lugares classificativos.

A zona para lavagem de bikes estava junto da meta, mas algo distante do local de banhos e estacionamentos.

Depois da banhoca, decorreu o almoço sem grandes filas de espera, num ambiente bastante alegre e familiar. Partilhámos conversas, mesa e um jarro de imperial com os nossos amigos do Fôjo-Zybex BTT Team.

Durante o almoço ainda assistimos à exibição de filmagens recolhidos do evento, após o que se deu início à entrega de diversos prémios para os primeiros classificados e outras presenças especiais.

Sem dúvidas um evento a repetir, pois Os Lobos já demonstraram que também têm bons trilhos no Carvalhal. Um must de trilhos pejados de singles e zonas de floresta muito bonitas. Bom trabalho, pessoal!
Brevemente poderão também ver a reportagem nas páginas d' O Praticante.


Reportagem - Textos e Filme: Tufo | Fotos: Tufo, ABTFoto, BTTLovers.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...